quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Bate-papo artesanal #2 – Compre de quem faz!

Você provavelmente já viu essa campanha bacanuda pelas redes sociais,  com a hashtag #compredequemfaz, certo? Já faz um tempo que essa campanha se iniciou, com a intenção de incentivar as pessoas a valorizar o artesanato e, logicamente, comprar produtos artesanais em vez de industrializados, especialmente nas datas comemorativas. Afinal, um produto artesanal é único, exclusivo, personalizado, feito com amor e tudo mais que se encaixa nesse mundo maravilhoso do feito à mão.
Legal. É tudo o que queremos: que nosso trabalho seja valorizado!
Mas e você, artesã? Você compra de quem faz? Você valoriza o trabalho de seus colegas, ou seu pensamento imediato, ao ver uma peça linda e encantadora, é a de querer fazer igual?
Veja bem, não tem nada de errado admirar lindos trabalhos e querer aprender a fazer. Mas se você não sabe apreciar e valorizar o trabalho de seu colega, como quer que as pessoas valorizem o seu?
Infelizmente, o que mais vemos hoje em dia são artesãs pipocando fotos de peças (sem se dar ao menor trabalho de pesquisar quem fez) querendo o passo-a-passo, o molde, a ideia, enfim... querendo fazer igual e ponto final. Não interessa quem fez. Não interessa se o trabalho é caprichado e digno de ser divulgado com os devidos créditos; o que interessa é se tem PAP, se tem projeto, se tem molde.
Amamos dizer que o nosso trabalho tem o nosso toque pessoal, e que a pessoa que recebe a peça, recebe também nosso carinho e amor, já que cada artesão é único, e cada peça é única. E de fato é assim. Então, por que não prestigiamos nossas colegas comprando aquela peça que ficamos boquiabertas ao vê-la? “Ahhhh, ela cobra muito caro, eu sei costurar, essa peça eu descubro como faz e eu mesma faço. Ou eu vou pedir para aquela que faz lives de graça, pra ensinar pra gente.” Olha aí você desvalorizando seu próprio trabalho, amiga! Se você mesma pensa assim, como quer que as pessoas pensem diferente? Se você, que faz e sabe o trabalho que dá, não valoriza o trabalho da colega, como quer que valorizem o seu?
Eu considero uma honra ter uma peça de uma colega que admiro! Como já disse algumas vezes, sou muito exigente e perfeccionista em meus trabalhos, e é claro que trabalhos caprichados e com acabamento impecável me chamam a atenção. Admiro! E quando posso, compro!
Não estou dizendo para você sair comprando todos os trabalhos lindos que vê por aí, ninguém tem bolso pra isso hoje em dia. Mas se você viu um trabalho, se apaixonou e tem condição naquele momento (ou quem sabe mais pra frente, fazendo umas economias), prestigie sua colega artesã. Compre de quem faz!
Faça valer a hashtag #comprodequemfaz tanto quanto a #compredequemfaz.


Ah! Essa bolsa linda da foto acima foi feita pela Simone Oliveira. Fiquei vários meses admirando as bolsas que ela faz, até que numa boa oportunidade, comprei. É linda, caprichada, feita com amor, e sinto orgulho de poder desfilar por aí com uma peça feita por uma colega que admiro.
:)

3 comentários:

  1. Olha. Eu já comprei trabalhos de outros artesãos sim mas confesso que tenho essa mania de olhar a peça de outro e achar caro e que eu mesmo posso fazer.

    ResponderExcluir
  2. Também curto muito comprar de colegas artesãs, faço isso para prestigiar seus trabalhos como gostaria que fizessem com os meus...aproveito feiras de artesanato para comprar...amei seu texto!

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado! :)